quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Halitose: O que é? Quais são as causas?


Mais conhecida como mau hálito, a halitose é muito comum na população.
Existem inúmeras causas, porém estudos indicam que em 96% dos casos a origem é bucal.
Bactérias que liberam substâncias odoríferas estão envolvidas nos processos através de compostos que tem em comum a presença de enxofre principalmente.
O acumulo de resíduos e células descamadas na língua, (que é um nicho importante como causa do hálito fétido), formam a chamada saburra lingual na superfície e deve ser considerada e removida adequadamente.
Doenças gengivais, amígdalas infeccionadas, dentes cariados, acumulo de tártaro, são outros fatores locais tidos como causadores da halitose.
Diabetes, problemas pulmonares, intestinais ou renais, uso de tabaco, deficiência de vitaminas (A e D) produção menor de saliva (xerostomia) não podem ser descartados nas causas gerais, sistêmicas, além do uso de determinadas medicações que interferem na fisiologia normal do organismo.
Diagnóstico
Recentemente, foi o desenvolvido um aparelho chamado ORALCHROMA, que mede, analisa os odores e os separa, determinando as concentrações de cada um, o que auxilia muito a resolução para o tratamento adequado.
Tratamento.
Uma vez descoberta a causa, orientações de higiene oral  são indicadas além do uso de produtos específicos (enxaguatórios e estimuladores de saliva, por exemplo) remoção de focos de infecção ou tratamento gengival podem ser alguns dos arsenais que hoje dispomos.
Existem hoje, laboratórios que  disponibilizam estes exames facilitando a resolução deste problema e que está ao nosso alcance.
Caso queira saber mais sobre os exames, diagnóstico e tratamento em envie email para helio@odontologiaintegrativa.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário