segunda-feira, 4 de junho de 2012

Proatividade e Saúde Bucal



Proatividade e Saúde Bucal



A palavra, ou melhor, o conceito proatividade é usado por 10 entre 10 coachs e citado um sem número de vezes em palestras e reuniões de empresas quando o tema é produtividade, liderança, sucesso e gestão pela qualidade, ou seja, considerações de negócios como pano de fundo.

  Segundo a professora Maria Tereza Piacentini, proatividade está relacionado com “algo ou alguém que antecipa futuros problemas, necessidades ou mudanças, que seja capaz de mudar eventos em vez de reagir a eles, fazendo com que as coisas aconteçam; é ser ágil e competente”, que Leila Navarro completa “a pessoa proativa tem senso de prontidão”.

Parece ser o sonho de todo patrão ter um funcionário proativo, que está preparado antevendo problemas e situações e agindo antes ou imediatamente após a instalação do mesmo.
Stephen Covey em seu livro “Os 7 hábitos de pessoas altamente eficazes” coloca a proatividade como o 1º e mais importante hábito e considera que a essência da pessoa proativa seja a capacidade de liderar sua própria vida (interessante isso!)

Assim, o proativo é o oposto do chamado procrastinador. O proativo não empurra com a barriga e sim tenta resolver as coisas o melhor e mais depressa possível.
Mais do que capacidade de tomar uma iniciativa, proatividade significa ter responsabilidade sobre sua própria vida. É criar mudanças e não apenas antecipá-las; deve-se, portanto, ter iniciativa e responsabilidade suficientes para fazer com que as coisas aconteçam.

Vamos agora levar estes conceitos para dentro do contexto da Saúde Bucal, onde podemos criar um novo paradigma em que o profissional de saúde, no caso o cirurgião-dentista trabalha junto com o cliente criando uma Odontologia, por assim dizer, proativa, com vínculo, cumplicidade e eficácia. Juntos antecipamos resultados, mudamos o foco, compartilhando responsabilidades pela saúde da boca, principalmente nos aspectos preventivos.
Está mais do que provado que a saúde bucal, numa visão sistêmica, integrativa, implica e interfere na saúde geral do indivíduo . Proativamente através dos cuidados para com os dentes e genvivas, atenuamos e prevenimos problemas antes que eles se instalem.

Quantas vezes em seu planejamento, no estabelecer das metas, você deixou por último a visita (semestral, anual etc.) ao seu dentista?
Quantas vezes você recebe um comunicado, via e-mail ou carta, lembrando de seu retorno para a consulta de controle e se auto-sabota “esquecendo” de ler ou reage com o “ah, depois eu vejo isso...”?

 Tres atitudes que fazem a diferença:

I)            Pratique sua higiene bucal adequada , sem pressa, usando escova e fio em todos os dentes pelo menos 4X ao dia (faça isso somente nos dentes que você gosta J)

II)         Mastique mais alimentos fibrosos que proporcionam uma auto-limpeza (maçãs, cenouras, laranjas)

III)      Procure um dentista que você confia e que tope a parceria com você por uma saúde bucal melhor.

Saúde!

 Fica o convite à reflexão.

Vamos lá! Agenda na mão e como dizia Lao Tzu: “O maior problema do mundo poderia ter sido resolvido quando era pequeno”.

Lao Tzu

Helio Sampaio Filho


Rua Joaquim Antunes 727, cj 76

011 3816 2909 – 011 7246 6847

2 comentários: