quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Você já fez um auto-exame em sua boca?
                            10 passos que podem fazer a diferença
A descoberta precoce de lesões ou qualquer tipo de alteração em diversas partes do corpo é fundamental para uma boa resolução com tratamentos adequados.
Na boca não é diferente...
Por mais inofensiva que seja a mudança, devemos dedicar alguma atenção a ela e consultar um especialista.
A própria pessoa consegue diante de um espelho e com boas condições de iluminação, perceber alterações de cor, de forma, ou de aspecto na mucosa que reveste a boca.
Nem sempre existem sintomas associados (daí o perigo!) tais como dor, ardência, desconforto geral, o que pode atrapalhar o diagnóstico precoce de uma doença.
Como proceder:
A)    Há a necessidade do uso de um espelho em local com boa iluminação.
B)   Retire próteses que possam ser removidas e enxágüe bem a boca com água na temperatura ambiente.
C)    Lábios:  suavemente levante os lábios com os polegares e indicadores para observar o contorno e coloração da mucosa e note se há algo que chame sua atenção.
D)   Com a ponta dos dedos apalpe a parte interna dos lábios e note se há algum tipo de endurecimento localizado
E)   Repita este procedimento para a parte interna da bochecha dos dois lados, assim como para a gengiva superior e inferior, do lado interno e lado externo (junto à língua e junto à bochecha).
F)   Apalpe o soalho da boca, pressionando para cima com o polegar abaixo do queixo (externamente) para melhor palpação com o indicador.
G)   Língua: coloque a língua pra fora e observe se está muito avermelhada ou esbranquiçada. Observe a parte de cima, se há excesso de saburra, coloração e a parte de baixo da mesma colocando a ponta no céu da boca.
H)  Observe o lado direito e esquerdo comparando um com o outro (puxando para fora com uma gaze ou pano limpo a visualização é melhor)
I)     Céu da boca (palato) – observe novamente coloração e aspecto e aproveite para olhar o fundo da garganta dizendo “ahhhh”.
J)   Pescoço: apalpe ambos os lados suavemente e com um pouco mais de firmeza procurando endurecimentos ou pontos mais doloridos.
 O que procurar?
Endurecimentos
Caroços
Feridas
Sangramentos
Inchaços
Áreas insensíveis
Dentes quebrados ou amolecidos
Odores
Você irá gastar poucos minutos mas pode conseguir muito, detectando problemas iniciais que podem se tornar grandes.
Faça isso, experimente e incentive amigos e familiares a fazer o mesmo.
Conheça a si próprio, faça um bem a você mesmo
Consulte seu dentista .
Helio Sampaio Filho, CD

Nenhum comentário:

Postar um comentário